Trânsito

Veículos podem ter licenciamento bloqueado por não atendimento a recall

Detran-RS lembra aos proprietários que alteração no Código Brasileiro de Trânsito incluiu a restrição, que já está valendo.

Publicado em 14/01/2022 15h47 - Atualizado há uma semana - de leitura
O chamado deve ser atendido no prazo de um ano, contado da data de sua comunicação / Foto: Divulgação

O Detran-RS lembra aos proprietários de veículos que neste ano, pela primeira vez, veículos poderão ter o licenciamento bloqueado por não terem atendido a recall das montadoras.

A alteração no Código de Trânsito Brasileiro que incluiu a restrição no prontuário do veículo e a exigência de atendimento às campanhas para o licenciamento entrou em vigor em 12 de abril de 2021 e passa a ter efeito neste exercício. 

O recall é um procedimento gratuito que ocorre quando um fornecedor convoca seus clientes para sanar defeitos encontrados em produtos vendidos ou serviços prestados. Em veículos, o não atendimento pode causar prejuízos à segurança no trânsito.

As informações referentes a campanhas de recall não atendidas no prazo de um ano, contado da data de sua comunicação, deverão constar do Certificado de Licenciamento Anual do veículo. Após a inclusão da informação de recall no Certificado de Licenciamento Anual (CRLV-e), o veículo somente será licenciado mediante realização do reparo e comprovação do atendimento à campanha. 

A situação é regularizada pela própria montadora após o atendimento ao recall e posterior informação à Secretaria Nacional de Trânsito.

Segundo o Detran, é possível ao motorista, consultar na Central de Serviços do órgão se há restrição de recall no veículo.

 



Últimas notícias

VER MAIS NOTÍCIAS



Top Vídeos

:: assista aos destaques

Você sabe o que é Ghosting

A psicóloga Ana Paula Paz fala sobre Ghosting. Entenda o que é!

há 18 horas


Os incêndios em matas e lavouras

há 18 horas


Emater estima quebra de 60% na soja

há 18 horas

Utilizamos cookies e outras tecnologias para melhorar sua experiência no website. Ao continuar navegando, você concorda com nossa Política de Privacidade e com nossos Termos de Uso.
CONCORDO