Saúde

Santa Rosa permanece na bandeira laranja

Resultado da 9ª rodada do Distanciamento Controlado manteve a região na bandeira da última avaliação. Santo Ângelo melhorou.

Publicado em 03/07/2020 20h14 - Atualizado há 4 semanas - de leitura
Atualização preliminar colocou praticamente metade do Estado em bandeira vermelha. / Foto: Divulgação Governo do Estado RS

A microrregião de Santa Rosa não teve alteração de bandeira na 9ª rodada de avaliação do Distanciamento Controlado, divulgada no início da noite desta sexta-feira, 03, pelo Governo do Estado do Rio Grande do Sul. Permanece na de cor laranja (risco médio).

Segundo o documento, houve uma piora nos indicadores de propagação da Covid-19 e da ocupação de leitos, o que deixará o mapa do Rio Grande do Sul ainda mais vermelho. A atualização preliminar indica que 10 regiões estão com risco alto, por isso, receberam bandeira vermelha. Embora representem metade das 20 regiões usadas no modelo, somam 73,4% da população gaúcha (8.310.854 habitantes). Na rodada anterior, eram seis regiões, que representavam 46,1% dos gaúchos. As bandeiras definitivas serão divulgadas na segunda-feira (6/7), pois os municípios tem até o domingo (5/7) para enviarem suas contestações ao Governo.

As outras 10 regiões ficaram com laranja (risco médio). O Estado segue sem registro de bandeira preta (risco altíssimo), mas, pela primeira vez, nenhuma região foi classificada em amarelo (risco baixo).

MELHORA EM SANTO ÂNGELO

Após uma semana em situação de bandeira vermelha, a região de Santo Ângelo teve seu grau de risco diminuído, voltando a classificação de bandeira laranja, uma vez que melhoraram os indicadores em termos de ocupação e de leitos de UTI livre por pacientes Covid-19.

Pelos números da última sexta-feira, a região reduziu o número de hospitalizações registradas para Covid-19 nos últimos sete dias em 21%, passando de 19 para 15 entre as duas semanas. A ocupação de UTIs por pacientes SRAG aumentou de 6 para 8 pacientes, mas o número de internados em leitos clínicos e em UTI, confirmados para Covid-19, reduziram (de 11 para 9 e de 4 para 1, respectivamente). A capacidade de atendimento da macrorregião é também um dos fatores positivos, apresentando bandeira amarela nos indicadores de Capacidade de Atendimento e de Mudança da Capacidade de Atendimento.

TRÊS PASSOS CONTINUA NA VERMELHA

A região de Três Passos encontra-se com baixa capacidade do sistema de saúde e média propagação do vírus ou média/alta capacidade do sistema de saúde, porém alta propagação do vírus. Estes foram os principais motivos de ficar na bandeira vermelha.

CLIQUE AQUI e confira toda avaliação do Distanciamento Controlado do RS.



Últimas notícias

VER MAIS NOTÍCIAS



Top Vídeos

:: assista aos destaques

Uso da cloroquina para tratar a Covid-19

Bate papo com o Dr. Elimar Silvachi Bicudo, a respeito do uso da Cloroquina, em pacientes diagnosticados com a Covid-19.

há 11 horas


Governo julga hoje os 34 pedidos de reconsideração

há 11 horas


Coronavírus (Covid-19)

há 7 dias