Saúde

Santa Rosa irá recorrer à bandeira vermelha

Advogados do município estão trabalhando no recurso, mas admitem dificuldades.

Publicado em 01/08/2020 11h18 - Atualizado há 7 dias - de leitura
Equipe da Prefeitura e da FUMSSAR estão montando documento que irá contestar a bandeira vermelha em Santa Rosa/RS. / Foto: Divulgação

A defesa de Santa Rosa/RS está prejudicada porque o Governo do Estado acaba de alterar o modelo de Distanciamento Controlado. “Nossa linha de contestação se baseava em aspectos que antes podiam ser utilizados, mas que agora estão naturalmente constando da bandeira vermelha”, explicou Douglas Fronza, Procurador Geral do Município. E mais: o aumento de internações, conforme a atualização, pode ser indicador suficiente para uma região entrar em bandeira preta (lockdown).

O recurso deve ser apresentado ainda no decorrer deste sábado, 1º de agosto. O prazo final expira no domingo (02). A divulgação definitiva sobre a nova coloração ocorrerá na segunda-feira (3).

Profissionais da área técnica (Fundação Municipal de Saúde de Santa Rosa - FUMSSAR) trabalham junto com os advogados na elaboração do documento, fornecendo dados relacionados aos principais indicadores - internações e elevação de casos confirmados.

Independente de o recurso ser acatado ou não, o prefeito Alcides Vicini já confirmou antecipadamente que a partir de segunda-feira (03) voltam as restrições para canchas de bochas, quadras esportivas e campos de futebol. Todos terão que fechar. E as festas em locais de eventos também serão proibidas na nova alteração do Decreto Municipal de Situação de Emergência.



Últimas notícias

VER MAIS NOTÍCIAS



Top Vídeos

:: assista aos destaques

Obras no Sepé devem iniciar dia 10 de agosto

Entrevista com o Patrão Fábio Back do CTG Sepé Tiaraju, o qual foi autorizado pelo Estado a captar R$ 964 mil, para readequar sua sede na Avenida América, em Santa Rosa/RS.

há 2 dias


Lisandra Steffen deixa a assessoria de comunicação do Hospital Vida & Saúde

há 2 dias


Uso da cloroquina para tratar a Covid-19

há 5 dias