Saúde

30 anos do Sistema Único de Saúde

Em Santa Rosa o SUS é administrado pela Fundação Municipal de Saúde (FUMSSAR), a qual foi criada em 27 de dezembro de 1995.

Publicado em 24/09/2020 09h42 - Atualizado há 4 semanas - de leitura
Unidade da Fundação Municipal de Saúde de Santa Rosa / Foto: Divulgação / FUMSSAR

O Sistema Único de Saúde (SUS) é reconhecido como um dos maiores sistemas de saúde pública do mundo e completou no último sábado (19) 30 anos.  Na avaliação do ministério da saúde, com a pandemia do novo coronavírus (Covid-19), é possível constatar a força e importância do SUS, que atende cerca de 70% da população. Sob a gestão e união dos três entes – governo federal, estados e municípios – a pasta diz que foi possível garantir assistência aos pacientes infectados pela doença e o atendimento daqueles que necessitam de tratamentos especializados.

Em Santa Rosa, o SUS é administrado pela Fundação Municipal de Saúde (FUMSSAR), a qual foi criada em 27 de dezembro de 1995, através da Lei 2.912/95. O movimento para a criação foi liderado pelo Prefeito da época Osmar Gasparini Terra e contou com a participação popular.

A estrutura da época contava com quatro postos de saúde, porém logo foi ampliada para nove e criado um Centro de Especialidades. O sistema criado foi ampliado e planejado por diversos gestores, servidores e com a participação popular efetiva, através do Conselho Municipal de Saúde (CMS), criado pela lei n° 2.452, de 21 de agosto de 1992. No mesmo ano também foi formado o Fundo Municipal de Saúde.

Atualmente o município possui em sua rede de atendimento18 Unidades Básicas de Saúde da Família (UBS), dois postos avançados em localidades do interior e dois Centros de Atendimento Psicossocial (CAPS).

O sistema conta com: Farmácia Municipal e Distrital; Laboratório de Análises Clínicas; Hemocentro Regional; Centro Especializado em Reabilitação-Auditiva e Intelectual (CER); Centro Especializado Regional em Saúde do Trabalhador (CEREST) e Vigilância Sanitária em Saúde e Epidemiológica.

A FUMSSAR também dispõe de contratos terceirizados para a prestação de serviços especializados (consultas, cirurgias e exames). O município possui ainda, um Núcleo de Ensino e Pesquisa (NEP), o qual mantém as residências médicas e multiprofissionais, em parceria com a Universidade Regional do Noroeste do Estado (UNIJUÍ).

O atual prefeito do município, Alcides Vicini relata que em seus governos a saúde sempre obteve investimentos acima do previsto. A legislação prevê que os municípios devem investir obrigatoriamente 15 % sobre a receita corrente líquida na saúde e neste ano até o final de agosto, Santa Rosa atingiu 22.52% na área, informou Vicini.



Últimas notícias

VER MAIS NOTÍCIAS



Top Vídeos

:: assista aos destaques

Vacinação em Santa Rosa

Diretora de Atenção Primária, Alice Klein faz um balanço da vacinação em Santa Rosa.

ontem


Ocupação de leitos na UTI do HVS

ontem


89 anos da ACISAP

há 2 dias