Política

Colla defende projeto de Zeladoria

Proposta é criar uma plataforma onde a comunidade possa encaminhar as demandas, digitalmente.

Publicado em 30/07/2020 06h00 - Atualizado há uma semana - de leitura
ZELADORIA: projeto busca atender as demandas das comunidades. / Foto: Jornal Noroeste

O advogado Sérgio Rodrigo Colla, pré-candidato a prefeito pelo PSDB, em entrevista à Rádio Noroeste, defendeu a criação da “Zeladoria”, um banco de ideias digital de Santa Rosa.

Segundo Colla o objetivo é que o cidadão possa, com o seu telefone celular, identificar o problema do seu bairro, da sua rua ou na comunidade, registrando e encaminhando a necessidade para uma plataforma da prefeitura. Colla explica que, automaticamente, ficará registrado a reclamação e que esta entrará no protocolo ou na fila para que estes pequenos problemas possam ser resolvidos de forma mais rápida e ágil. “Hoje temos um sistema que parcialmente resolve, mas não atende as demandas da sociedade de forma efetiva. Com a nova plataforma, a comunidade terá acesso facilitado aos serviços, ajudando a resolver os problemas”, enfatizou.

Colla ainda destaca que será uma forma de encurtar caminho entre a gestão eficiente e o cidadão. “As pessoas não sabem por que as suas demandas não são atendidas e os problemas, mesmo que pequenos, ficam ali de ano em ano e não são solucionados”, salientou.

Já Marcos Volnei dos Santos (PSB), o “Marcão”, pré-candidato a vice-prefeito, diz que a plataforma não irá onerar os cofres públicos, pois não exigirá a contratação de mais servidores e sim, reajustar a equipe que já existe. “As demandas da comunidade serão concentradas e acompanhadas por todos. Problemas pequenos não se tornarão grandes”, enfatizou.

Outra possibilidade é a comunidade encaminhar ideias para a gestão pública. “As pessoas poderão enviar sugestões para serem aplicadas na gestão pública”, concluiu Marcão.



Últimas notícias

VER MAIS NOTÍCIAS



Top Vídeos

:: assista aos destaques

Obras no Sepé devem iniciar dia 10 de agosto

Entrevista com o Patrão Fábio Back do CTG Sepé Tiaraju, o qual foi autorizado pelo Estado a captar R$ 964 mil, para readequar sua sede na Avenida América, em Santa Rosa/RS.

há 2 dias


Lisandra Steffen deixa a assessoria de comunicação do Hospital Vida & Saúde

há 2 dias


Uso da cloroquina para tratar a Covid-19

há 5 dias