Esporte

ABC vence Stiler e é bicampeão da Taça Noroeste

Time do Bairro Cruzeiro bateu representante de Santo Ângelo por 6x2.

Publicado em 15/01/2022 02h39 - Atualizado há uma semana - de leitura
Foto: Jonas Santos

Uma decisão que exigiu o máximo do preparo físico dos atletas, com quase três horas de jogo, somando tempo normal e prorrogação. Assim foi a final da 22ª Taça Noroeste/Deltasul/Lojas ZUK/Karling Confecções de Futsal, disputada nesta sexta-feira (14) no ginásio João Batista Moroni.

No duelo entre as equipes de Santo Ângelo e Santa Rosa, melhor para o representante santa-rosense, que venceu por 6x2. O placar, aparentemente folgado, não diz o que foi o jogo, que só foi definido na prorrogação, após uma disputa muito acirrada no tempo normal, que terminou em 2x2.

Iniciando o primeiro tempo com bom volume de jogo, o ABC/Posto Primeiro/Schuh Alimentos/Escritório Chico/Chocoá teve duas oportunidades de gol com Silva, a primeira em cobrança de falta e a segunda quando Silva fez pressão na saída de bola do Stiler, mas em ambas as ocasiões Baranha defendeu. Em sua vez de atacar, a Stiler abriu o placar com Teves, que recebeu em cobrança de lateral e, de longe, encheu o pé, balançando as redes de Alemão.

Marcado no início do primeiro tempo, o gol fez com que o ABC assumisse uma postura mais ofensiva, mas o jogo seguiu disputado e o representante do Bairro Cruzeiro só conseguiu chegar ao empate próximo dos 5min para o término do primeiro tempo. Assim como o gol de Teves, o tento de empate do ABC foi um golaço: Gregory puxou pro lado, pro outro, trouxe para o meio e chutou de longe, fazendo a grande torcida do ABC soltar o grito de gol.

Homenagem no intervalo

Técnico do Stiler nesta Taça Noroeste, Redêncio Welter foi chamado pela reportagem do Jornal Noroeste no intervalo da partida para receber uma justa homenagem pela sua participação ao longo de tantas edições do torneio. Hoje, Redêncio ostenta o maior número de conquistas da Taça Noroeste como técnico, com sete títulos de campeão. Emocionado, ele recebeu um quadro que destaca sua contribuição ao esporte.

Segundo tempo

As equipes mostraram muita vontade e valorizaram cada disputa de bola no decorrer da segunda etapa. Logo no início, Baranha operou um milagre dentro da área quando Paco recebeu de Gregory e tocou para o gol, mas o goleiro do Stiler foi mais rápido. Alguns minutos depois Alemão fez uma grande defesa em mais um chute forte de Teves.

Com cerca de 7min de jogo, Pedrinho recebeu em diagonal com a área do ABC, tirou do marcador e chutou com precisão, marcando o segundo do Stiler e colocando sua equipe na frente mais uma vez. Os minutos seguintes foram de pressão crescente do ABC, mas parecia que o Stiler, mesmo com um elenco mais reduzido, iria se superar e levar a melhor.

Foi quando restavam 3min5seg, em jogada de goleiro linha, que, de pé em pé, Gregory recebeu, dominou com muita frieza e tocou por cima de Baranha para deixar o escore em 2x2. A disputa era tamanha que, nos segundos finais, Xitão chutou rasteiro e cruzado, tirando de Baranha, mas a bola passou do gol por detalhes. Na resposta, Pedrinho acertou o travessão do ABC e foi assim, com esses dois lances em sequência, que se encerrou o jogo no tempo normal.

Prorrogação

Em um cenário de bastante desgaste dos dois times, devido à intensidade do jogo no tempo normal e também ao calor, o primeiro tempo da prorrogação teve um lance inusitado e que definiu os rumos da partida. Em chute do goleiro Alemão rumo à área da Stiler, Yago disputou bola com Baranha e Tapejara. Baranha chegou a espalmar a bola, mas ela entrou e o gol, único do primeiro tempo da prorrogação, foi anotado para Alemão.

Partindo para o segundo tempo da prorrogação, a Stiler buscou reverter a situação favorável ao adversário, mas acabou levando o terceiro: Gregory recebeu de Xitão de frente para Baranha e tocou na saída do goleiro para as redes. Com o elenco desgastado e correndo contra o tempo, a Stiler não teve forças para buscar a igualdade e acabou levando mais dois, marcados por Gui Canhoto – o primeiro ele marcou após receber passe de Silva e o segundo fazendo pressão na jogada de Teves como goleiro linha.

Festa dos campeões

Concretizada a vitória por 6x2, a torcida do ABC fez a festa na quadra do ginásio João Batista Moroni, nesta que foi considerada uma das mais disputadas edições da Taça Noroeste. Além do troféu, o ABC também ficou com o craque do campeonato, título que foi entregue ao atleta Gregory, decisivo na final, com três gols.



Últimas notícias

VER MAIS NOTÍCIAS



Top Vídeos

:: assista aos destaques

Você sabe o que é Ghosting

A psicóloga Ana Paula Paz fala sobre Ghosting. Entenda o que é!

há 18 horas


Os incêndios em matas e lavouras

há 19 horas


Emater estima quebra de 60% na soja

há 19 horas

Utilizamos cookies e outras tecnologias para melhorar sua experiência no website. Ao continuar navegando, você concorda com nossa Política de Privacidade e com nossos Termos de Uso.
CONCORDO