Economia

Sindilojas entrará na Justiça para reabrir o comércio

Grupo de empresários se mobiliza para voltar na segunda-feira (8), mesmo se não ocorrer a autorização.

Publicado em 04/03/2021 15h46 - Atualizado há 2 meses - de leitura
Sindilojas Fronteira Noroeste entrará na Justiça para reabrir o comércio / Foto: Jornal Noroeste

Em nota encaminhada à imprensa, o Sindilojas Fronteira Noroeste afirmou que ingressará com uma ação cautelar de liminar junto ao judiciário, para que o comércio dito “não essencial” possa voltar a atender presencialmente. 

Segundo o presidente do Sindilojas, Leonides Freddi, o pedido teve como motivação o fato de que o vírus continua a se espalhar mesmo com o comércio fechado e de que os lojistas não são responsáveis por isso, pois sempre se preocuparam e seguiram todos os protocolos de saúde.

‘’Não permitir o atendimento presencial do comércio irá causar a falência de muitas empresas e nós não podemos deixar isso acontecer’’, enfatiza o presidente do Sindilojas Fronteira Noroeste, Leonides Freddi.

Enquanto isso, lojistas em um grupo de troca de mensagens organizam-se para voltar às atividades já na próxima segunda-feira (8), mesmo sem a autorização do governo do Estado. No aplicativo, foi criada uma lista de pelo menos 13 empresas que devem abrir as portas.

Sindilojas Fronteira Noroeste entrará na Justiça para reabrir o comércio /Foto: Jornal Noroeste Sindilojas entrará na Justiça para reabrir o comércio / Foto: Reprodução
Sindilojas Fronteira Noroeste entrará na Justiça para reabrir o comércio /Foto: Jornal Noroeste Sindilojas entrará na Justiça para reabrir o comércio / Foto: Reprodução


Últimas notícias

VER MAIS NOTÍCIAS



Top Vídeos

:: assista aos destaques

Privatização da Corsan

Ex-prefeito de Santa Rosa, Orlando Desconsi, falou na manhã desta segunda-feira (19) sobre a privatização da Corsan.

há 3 dias


Mantei avalia os 100 primeiros dias de governo

há 3 dias


Programa Podcast Noroeste

há 3 dias