Blog Voice, por Eunice Arsand
Blog Voice, por Eunice Arsand
Voice, por Eunice Arsand



Blog

Alfabeto Júlia Luísa Fagundes

Publicado em 08/10/2021 14h04 - Atualizado há uma semana - de leitura

Linda, criativa e super antenada a tudo o que está acontecendo na área de arquitetura e design, Júlia Luísa Hammerschmitt Fagundes está formada e trabalha na área que mais ama. 
Júlia é filha de Edite Maria Hammerschmitt Fagundes e João Sérgio Fagundes. Formada em Designer, formação designer de produto – UFN Santa Maria é Projetista no escritório Camila Preissler Arquitetura – Santa Rosa. Ela executa projetos de interiores residencial, comercial e projetos arquitetônicos.

A Voice Jornal Noroeste conversou com Júlia, que nos fala sobre seus desafios, estudos, conquistas e experiência de estar na terrinha, trabalhando e construindo sua história. Acompanhe a entrevista.


O que te motivou ingressar na área de arquitetura, design de interiores e produtos? 
A possibilidade de solucionar, melhorar e transformar a vida das pessoas através de projetos.

Quais os principais desafios quando saímos da faculdade para o mercado de trabalho?
A dúvida se começava algo sozinha, mas o medo de não ter experiência nenhuma busquei outra oportunidade. E se escritórios de arquitetura contratariam designer, pois na faculdade abrangemos somente mobiliários soltos e não planejados.

Como você se define profissionalmente? 
Determinada, sempre em busca de novidades e aprender novas ferramentas que possam agregar ao trabalho.

De quem você recebeu apoio para sua formação e conselhos na hora das decisões pós-formada? 
Minha família, meus pais, meu irmão e meu namorado Eduardo.

O que você mais adora na sua área? 
Poder usar a criatividade e imaginação na hora de projetar, buscando sempre a funcionalidade e soluções.

O que é mais importante na arquitetura: solucionar o problema do cliente ou criar uma ótima experiência? 
Solucionar o problema com isso já poderá usufruir de uma ótima experiência.

De onde você busca inspirações e o processo criativo para ser designer de interiores? 
A ferramenta do instagram é ótima para nos inspirarmos, podemos conferir trabalhos de arquitetos no país inteiro e ainda trocar ideias com eles. E também agora com a possibilidade de viajar novamente, ir para feiras como Casa Cor, visitar lojas e também a boa revista.

Qual o estilo de decoração você mais se identifica? 
Essa pergunta é difícil, mas gosto do estilo vintage, pelo uso das cores, os móveis antigos, com uma história por trás. Também muito presente a madeira, principalmente o clima nostálgico presente.

O que você mais se orgulha na sua profissão? 
Tudo! Poder transformar um lugar totalmente do zero, criar ou reformar e no final ver a felicidade e a realização no olhar do cliente não tem preço!

Qual o conselho que você daria para quem está cursando faculdade? 
Procure cursos de software, mas não se esqueça de treinar seu desenho a mão livre. Aceitar e aprender com as pessoas que tem mais experiência que você.

O que te deixa animada? 
A possibilidade de aprender em cada lugar que visito, observar as cores, os materiais usados no local, observar a iluminação, decoração. E em cada lugar visitado poder tirar algum aprendizado ou novidade para pesquisar.

Conheça mais um pouco Julia através do seu dicionário, que gosta e adora estar com a família, viajar e conhecer novas pessoas.

A de Arquitetura, meio que me acolheu e aprendo a cada dia mais;

B de Beleza, de encontrar ela em todas as partes, em um tecido, uma pintura, arquitetura, na pessoa que ama;

C de criação, parte importante no trabalho, que conquista os clientes.

D de design, minha formação com tantas possibilidades de trabalho e aprendizado;

E de escritório de arquitetura Camila Preissler, que me acolheu tão bem no inicio da pandemia e que me ensinou muita coisa. Completamos um ano e meio juntas de muita troca de aprendizado; 

F de funcionalidade, parte que considero mais importante no trabalho, muitas vezes deixada para depois da criação, mas que devem ser pensadas em conjunto;

G de gato, animal de estimação que tenho e admiro, são animais maravilhosos.

H de honestidade, qualidade que todos devemos ter;

I de inspiração, parte fundamental na criação;

J de jornada, que tenho muito que aprender ainda;

K de Kleon, Austin Kleon autor de livros ótimos;

L de leitura, momento de descanso ou aprendizado;

M de música, companhia de criação, auxilia animando o dia;

N de natureza, incrível de observar; 

O de obra, presente no dia a dia e que é maravilhoso ver a transformação;

P de projeto, criação do ambiente para o cliente buscando suas soluções; 

Q de querer, bem o próximo;

R de render, depois da criação 3D vem o render onde geramos uma imagem simulando condições reais do projeto, assim podendo apresentar aos clientes;

S de série, vicio e passa tempo preferido;

T de Trocar ideia, aprender com quem tem experiência e buscar solucionar problemas juntos;

U de único, cada um é único;

V de vó e vô, tenho carinho e gratidão enorme por poder conviver com os meus;

W de Womb Chair, cadeira do designer Eero Saarinen que oferece as sensações de aconchego e conforto sentidas por bebês no ventre materno. Por isso seu formato acolhedor;

X de xícara, tenho coleção e carinho por cada uma que tenho;

Y de yoga, prática que admiro;

Z de zelo, pelo próximo;

Últimas do Blog

VER MAIS NOTÍCIAS



Top Vídeos

:: assista aos destaques

Escola Recital no Noroeste Repórter

A Escola de Música Recital fez uma homenagem aos professores, através de sua música, na Noroeste FM.

há 23 horas


Dia do Professor

há 23 horas


Mama Viva e o Outubro Rosa

ontem