Blog Gilberto Kieling
Blog Gilberto Kieling
Gilberto Kieling



Blog

Reflexões de setembro

Publicado em 13/09/2021 09h24 - Atualizado há um mês - de leitura

Alguém aí pode me indicar um mecânico que converta o automóvel para propulsão a carvão? Estou pensando seriamente a respeito.

===

A sociedade de toda a região aguarda ansiosamente os próximos leilões da Receita Federal. Deve ter muitos milhares de garrafas de vinho estocadas lá. É muito vinho, com certeza. A fronteira fechada provocou isto durante a pandemia, e não podemos desconsiderar o tamanho da sede que afligiu muita gente aqui. Vai ter gente na fila com o saca-rolhas na mão...

===

Tenho amigos que entendem de vinho. São enófilos, ou seja, amantes do vinho. Alguns deles, demonstrando certa frustração, sonham em ser enólogos (cientistas do vinho). Mas entre eles, alguns são, de fato, “sommeliers”, palavra que indica os caras lá do restaurante que entendem de bebidas, de qualquer bebida. Mas todos falam de vinhos e rótulos com uma sapiência que me dá inveja. Parecem conhecer tipo, safra, sabor, tonalidade e outras coisas sobre a bebida.

No meu caso, não sou nada disso. Tive que estudar bastante a respeito, mas valeu a pena. Já consigo distinguir um vinho tinto de um branco só olhando para o líquido na taça...

===

Depois de ouvir o açougueiro me dizer o preço da picanha, eu respirei fundo e fiz o meu pedido:

— Vou levar 100 quilos de picanha, 80 quilos de filé e uns 120 quilos de alcatra. Ah, vou querer fiado, ouviu?

O cara me olhou espantado:

— Tu deve estar brincando!

— Eu? Foi você quem começou!...

===

E se os farroupilhas tivessem vencido a guerra? A república Rio-grandense já teria mais de século e meio de existência. E podemos imaginar que uma reunião do Mercosul seria algo bem diferente. Teríamos na presidência, por exemplo, o Olívio Dutra (por causa do bigode, que seria uma espécie de símbolo nacional). Na vice, o Pepe Mujica, que chegaria às reuniões com seu fusca azul. E também teríamos umas conversas interessantes:

—  Me passa o mate, Pepe.

—  Calma, tchê. Primeiro a bomba tem que roncar...

—  Pois na próxima reunião vou trazer a minha própria cuia.

—  Mui bien! Então, lembre-se de me trazer uma erva buena da Palmeira e um melado de Santo Cristo.

— Tá agendado...

===

Pois aqui no Rio Grande sempre há quem nos faça passar vergonha. O último episódio envolveu o prefeito de Cerro Grande do Sul, Gilmar João Alba, do PSL, que foi preso com uma mala contendo R$ 505.000,00 embarcando para Brasília. O dinheiro, presume-se, seria usado para pagar os manifestantes antidemocráticos do último dia 7 de setembro, na capital federal. O valor combinado seria de R$ 1,5 milhão, segundo o próprio prefeito, mas o restante do dinheiro não foi localizado.

Cerro Grande do Sul é um pequeno município com 12 mil habitantes, situado próximo à Lagoa dos Patos. Só resta saber se o dinheiro veio dos amigos do prefeito ou do orçamento do município. Pobres munícipes!

Últimas do Blog

VER MAIS NOTÍCIAS



Top Vídeos

:: assista aos destaques

Escola Recital no Noroeste Repórter

A Escola de Música Recital fez uma homenagem aos professores, através de sua música, na Noroeste FM.

há 23 horas


Dia do Professor

há 23 horas


Mama Viva e o Outubro Rosa

ontem