Blog Gilberto Kieling
Blog Gilberto Kieling
Gilberto Kieling



Blog

Entrevista com D. Mafalda

Publicado em 30/05/2020 11h13 - Atualizado há um mês - de leitura

Após viver a experiência de fazer uma “live” com a família toda, Dona Mafalda aceitou comentar, numa entrevista, o acontecido: “Olha, a experiência foi interessante. Eu nunca imaginei conversar com a família na frente de um computador. No final deu uma pequena confusão, mas de resto foi muito bacana...”

O repórter pergunta: “Foi bom ver os parentes?”

“A Cláudia engordou bastante na quarentena. Aliás, ela sempre teve essa síndrome de barril, sabe? Se você disser isso por aí, eu nego, tá entendendo? A Beatriz, uma das noras, aliás, a mais fofoqueira, continua antipática. Até hoje eu não sei o que o Neco viu nela… Já o Pedrinho disse que está em “isolamento controlado”… Eu sei o que isso significa: controlado pela Janete, a minha outra nora, que tem boca de tilápia e não larga o pé do meu menino… Ei, você não vai comentar isso por aí, vai?”

Repórter: “E os netos, não foi lindo vê-los?”

“Ah, sim, claro! Mas eles me deixaram a ver navios quando falavam em lockdown, circuit breaker, home working, home schooling, chat, fake news e outras coisas. Me deu uma pena!… Será que os coitadinhos não sabem mais falar português?”

Repórter: “Mas eles estão bem?”

“Claro! Todos gordinhos! Adoro neto gordinho só pra dar beliscões. O Bolacha  é o mais desbocado e disse que a tia Cláudia precisa fazer regime porque se não mais tarde não vai passar na porta. Nossa! Deu um clima pesado na conversa, sabe? Contaram também que o Rogerinho, que já fez dezoito, anda fazendo um tal “isolamento horizontal” com a filha da vizinha, a Isaura, que até é bem bonitinha. Fiquei sem entender o que isso significa…”

Repórter: “A senhora falou que houve uma confusão no final?”

“Ah, sim. A conversa estava indo bem até que a Cláudia resolveu pedir de volta a panela de pressão que emprestou para a Janete, e esta respondeu que só devolve depois de receber o conjunto de tupperware que está na casa da Cláudia. Começou um baita bate-boca. Aproveitando o clima, o Pedrinho lembrou o Neco sobre uma dívida envolvendo três caixas de cerveja que não foi paga desde o Natal. E quando todos estavam muito exaltados, eu intervim pra botar respeito na reunião virtual, e falei: “Comportem-se! Isto não é uma reunião ministerial! E se continuarem com a baixaria, eu paro de enviar o bolo de cenoura semanal da quarentena! Pois sabe o que eu fiz? Aproveitei a desculpa e não enviei o bolo esta semana. Mas você não vai comentar isso com eles, não é?”

***

Assunto da semana. A Idade Média foi marcada por endemias e pestes.  Durante um milênio tratar doentes envolvia crenças religiosas, curandeirismo e magia. O remédio para muitas doenças era a sangria. Para dores renais, usava-se fezes de pombos num emplastro. Testículos de bodes eram usados para tratar problemas pulmonares. Os “tratamentos” de cura eram um horror e envolviam até torturas e serrotes para amputações sem anestesia. Foi um longo período marcado por crendices e soluções mágicas e sobrenaturais para tudo.

Você está aliviado por viver  no século XXI?

Pois bem. Após mais de 500 anos de evolução da ciência médica, no Brasil de 2020 tem gente receitando cloroquina, feijões mágicos do pastor Santiago, orações e água ungida para matar o coronavírus. Parece que, no nosso caso, a Idade Média não foi devidamente superada. A diferença é que agora você pode pagar os produtos mágicos no cartão de crédito, e de forma parcelada...

Últimas do Blog

VER MAIS NOTÍCIAS



Top Vídeos

:: assista aos destaques

Grave Acidente deixa vítima fatal na Avenida America em Santa Rosa

Grave acidente deixa uma vítima fatal. De acordo com informações da Brigada Militar, dois homens estavam em fuga, após praticar um assalto. Acidente ocorreu na Avenida America, sentido centro para o bairro cruzeiro. Um homem foi a óbito no local.

há 11 horas


FUMSSAR receberá R$ 12,6 milhões no combate ao Covid-19

há 16 horas


Mais Tecnologia nas escolas do município

há 20 horas