Programa especial de saúde para idosos

Uma Caderneta do Idoso apresentará cada usuário com dados pessoais e epidemiológicos, uso contínuo ou não de medicamentos, doenças crônicas ou não, entre outros dados.

Alice Klein Hofferber coordena pessoalmente todo o processo de cadastramento de 14 mil idosos no município
Alice Klein Hofferber coordena pessoalmente todo o processo de cadastramento de 14 mil idosos no município

A Fundação Municipal de Saúde pretende cadastrar nos próximos três meses os cerca de 14 mil idosos que residem em Santa Rosa (homens e mulheres com idade superior a 60 anos). O cadastramento ocorrerá através de visitas em casas feitas por agentes comunitários de saúde. Uma Caderneta do Idoso apresentará cada usuário com dados pessoais
e epidemiológicos, uso contínuo ou não de medicamentos, doenças crônicas ou não, entre outros dados. A ação será realizada no circuito de cada Distrito de Saúde, que centraliza suas atividades nos postos de saúde.

O cadastramento dará consistência ao programa “Linha de Cuidado ao Idoso”, anunciado nesta semana por Alice Klein Hofferber, diretora de Atenção Básica de Saúde. “Com todos os dados compilados, poderemos desenvolver políticas e ações bem mais aproximadas da realidade envolvendo nossos idosos”, explicou.

O programa apontará quais as doenças que estão acometendo em maiores índices nossos idosos e o que eles mais precisam do sistema local de saúde. “Não podemos ver o idoso apenas quando ele está doente. Como a perspectiva no país é de termos cada vez mais idosos, e é fundamental que venhamos transferir mais autonomia de saúde para essa faixa de idade”, adiantou. O programa vai acentuar a saúde preventiva junto à população idosa.