OUTUBRO: Eleições e nova unidade do Hospital Vida & Saúde

Resultado dos dois turnos das eleições

Bolsonaro (PSL) é eleito o Presidente da República
Bolsonaro (PSL) é eleito o Presidente da República

Bolsonaro venceu Haddad nos dois turnos

No primeiro turno das eleições, realizado no domingo, 07 de outubro, Jair Bolsonaro (PSL - foto) superou de longe, em Santa Rosa, seu percentual de voto no país que o garantiu na disputa do segundo turno das eleições presidenciais. Aqui obteve 60,65%, contra os 46% da vitória nacional.

O candidato do PT, Fernando Haddad, também obteve o segundo lugar no município, acompanhando a tendência nacional, obtendo 21,40%.  Ainda receberam votos Ciro Gomes-PDT, 3.144 votos, em seguida Geraldo Alckmin-PSDB, 2.331 votos, João Amoedo-NOVO, com 918 votos. Na sequência, Henrique Meireles-MDB fez 904 votos, Alavaro Dias-PR 296 votos, Cabo Daciolo-Patriota com 205, Marina Sila-Rede com 154 votos, Guilherme Boulos-PSOL com 149, Vera Lúcia-PSTU com nove votos.

No segundo turno, Jair Bolsonaro (PSL), manteve o favoritismo e com 30.248 votos, alcançou o elevado percentual de 69,25% da votação local. Já Fernando Haddad (PT) fez 13.430 votos, o que correspondeu a 30,75%.

Os resultados em Santa Rosa foram anunciados pela cobertura da Rádio Noroeste por volta das 18h20min. Carreatas de todos os pontos da cidade rumaram em direção ao centro, convergindo numa só em várias vias centrais. Apoiadores de Bolsonaro entraram noite adentro comemorando a vitória. A Justiça Eleitoral e os órgãos de segurança pública não registraram nenhuma ocorrência relacionada ao pleito e às comemorações.

Sartori virou aqui e venceu Eduardo Leite

Para o Palácio Piratini, Santa Rosa teve duas eleições distintas. José Ivo Sartori (MDB) venceu no 2º turno com 22.126 votos (51,67%) e Eduardo Leite (PSDB) perdeu aqui obtendo 20.696 sufrágios (48,33%).

A disputa do 1º turno foi equilibrada. Eduardo Leite somou 17.536 votos, ficando em primeiro, abrindo uma diferença de 1.766 votos sobre Sartori (15.770 indicações). Comparando os dois turnos, Sartori elevou sua votação em 6.356 votos. Leite cresceu pouco mais da metade: 3.160 votos.

Perícia para vítimas de violência sexual

Desde o dia 24, a região recebe as perícias psíquicas no Centro de Referência Infanto-Juvenil (CRAI) em Santa Rosa. O órgão, instalado junto à Sala Lilás, ao lado do 1º Distrito Policial, atenderá vítimas de violência sexual e doméstica. Atualmente as perícias só são realizadas no CRAI de Porto Alegre.

Para garantir o atendimento, na quinta-feira, 18, a assistente social e a psicóloga do Centro de Referência de Atendimento à Mulher estiveram na capital do estado para capacitação no acolhimento de vítimas. Para Solange Griza “a abertura deste serviço significa um importante avanço na prevenção e interrupção no ciclo da violência”.

Morreu Ilse Mantei

A empresária que comandava o Centro de Formação de Condutores Escritório Chico morreu às 23h30min de terça-feira, 16, na UTI do Hospital Vida & Saúde, vítima de um AVC hemorrá-gico sofrido no dia 4 deste mês, em sua residência. Seu corpo foi sepultado na tarde de quarta-feira, 17, no Cemitério Municipal.

Heinze e Beto foram os mais votados aqui

O Rio Grande do Sul elegeu Luiz Carlos Heinze (PP) e Paulo Paim (PT) para as duas cadeiras gaúchas no Senado. Os eleitores de Santa Rosa confirmaram o primeiro lugar para Heinze, que fez na cidade 22.229 votos, mas manifestaram maior preferência por Beto Albuquerque (PSB), o segundo mais votado, com 13.753 votos. Paim conquistou 11.911 votos, e Carmem Flores 11.431. José Fo-gaça (MDB) também decepcionou nas urnas locais, depois de liderar as pesquisas estaduais nas semanas que antecederam o pleito, no município ele fez 10.229 votos.

Aberto edital para construção do Foro Trabalhista

O Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região publicou o edital de licitação para a construção do novo prédio do Foro Trabalhista de Santa Rosa, o qual contará com área total de 2.023,23m² e será construído na Rua Duque de Caxias. A execução da obra está prevista para o início de 2019.

Segundo a diretora do Foro local, juíza Raquel Nenê, trata-se de um espaço para melhor atender a comunidade. “O projeto contempla um espaço todo adaptado com acessibilidade, melhores estruturas para colaboradores, com salas para a mediação com as partes envolvidas, possibilitando assim uma ampliação futura”, afirmou.  A obra está orçada em R$ 5 milhões.

Trevo do MTG recebeu novo traçado

Depois de 11 meses de reivindicação persistente liderada pelo radialista Zelindo Cancian e apoiada por lideranças políticas e empresariais locais, o DAER finalmente implantou na manhã da quinta-feira, 25, o novo traçado no Trevo do MTG, também conhecido como Trevo do Porco.

O local é conhecido pelo intenso trânsito diário, que se eleva nos horários de picos, e por um número cada vez mais crescente de acidentes. Uma equipe fez o fechamento da rótula do trevo localizado no entroncamento da ERS-344 com a BR-472, serviço acompanhado pessoalmente pelo engenheiro Eduardo Müller, chefe de gabinete da Direção Geral do DAER (Porto Alegre). Foram colocadas barreiras New Jerseys (blocos plásticos encaixados) e instaladas placas de sinalização orientando motoristas sobre o novo traçado.

Nova Unidade entrou em operação

Iniciou o funcionamento do Setor de Diagnóstico e o Laboratório na nova unidade do Hospital Vida & Saúde. O prédio, que em área construída corresponderá no futuro ao que tem atualmente disponível, começou a ser executado em 2014.

Hoje o prédio prevê 10 pavimentos, sendo o último para um heli-ponto. Ao todo, a nova unidade terá 11,1 mil m². Os dois primeiros andares que começaram a ser utilizados nesta semana somam 2,5 mil m². Um serviço de ponta está sendo oferecidona nova área. O Setor de Diagnóstico ocupa três salas de ecografia, três salas de Raios-X, mamografia, densitometria óssea, duas salas de tomografia e ressonância magnética. No primeiro pavimento (no nível do estacionamento) está em funcionamento o Laboratório de Análises Clínicas, que agora passa a ser operado por uma equipe do próprio hospital, com equipamentos todos novos.

O projeto começou a ser executado com recursos próprios. Depois contou com investimentos do Governo do Estado na ordem de R$ 2,2 milhões. Também mobilizou R$ 6 milhões oriundos de uma demanda judicial encaminhada pela Federação dos Hospitais sobre valores de planos de governo Até o momento, o total de investimento na parte predial e mobiliário chega a R$ 13 milhões.

Osmar Terra e Bohn Gass foram os reeleitos

Com uma expressiva votação de 102.964 votos no Rio Grande do Sul, Elvino Bohn Gass (PT) foi o 12º deputado federal mais votado da bancada gaúcha e ficou com a quarta maior votação entre os parlamentares petistas. Em Santa Rosa fez 4.874 votos, o quarto mais votado. Perdeu indicações com relação às eleições de 2014, quando aqui obteve 7.583 votos, 2.709 a menos. Porém, ampliou sua atuação na região e abriu outras frentes. No geral fez 2.123 a mais do que em 2014, quando atingiu a marca de 100.841 votos.

O ex-ministro Osmar Terra manteve sua posição de preferencial entre os eleitores santa-rosenses, alcançando 15.416 votos. Com 86.305 no Estado, garantiu sua reeleição ocupando o 24º lugar entre as 31 cadeiras gaúchas à Câmara Federal. Aqui também perdeu eleitores com relação ao pleito de 2014, quando obteve 24.017 votos, 8.601 a menos. Uma perda expressiva. Um total de 245 candidatos à deputação federal obtiveram votos em Santa Rosa. O médico Carlos Alberto Benedetti (PRB), foi o 63º no Estado, com apenas 15.749 votos.

Em Santa Rosa, Miro Jesse (PPS) foi o segundo mais votado, com 5.461 contra 5.036 obtidos pelo Dr. Benedetti. Miro trabalhava com uma expectativa de alcançar 25 mil votos para garantir sua eleição à Câmara Federal. Porém, fez apenas 11.181 votos. O fenômeno de votos no Rio Grande do Sul, o jovem Marcel Van Hattem (Novo), recordista com 349.855 votos, foi o quinto mais votado em Santa Rosa.

Jeferson e Classmann são os reeleitos

Jeferson Fernandes (PT) garantiu reeleição com 49.809 votos. Foi o 15º mais votado no Estado. Em Santa Rosa garantiu 6.411 sufrágios e ficou no topo da votação. Com domicílio eleitoral em Santa Rosa, Aloísio Classmann (PTB), a exemplo de Jeferson, também se reelegeu deputado estadual. Em Santa Rosa foi o terceiro mais votado em 2014, com 4.696 votos.

As expectativas alimentadas em torno das candidaturas dos santa-rosenses Rodrigo Colla (PSDB) com 5.043 votos, Marcão (PRB) 4.333 votos, Leonardo Vicini (PSC) 4.196 votos. Beto Almeida foi o mais frustrado, com apenas 476 votos no município.

Eduardo Leite (PSDB) é eleito Governador do Estado
Bohn Gass (PT) foi reeleito, foi o 12º deputado federal mais votado da bancada gaúcha e ficou com a quarta maior votação entre os parlamentares petistas
Osmar Terra (MDB) manteve sua posição de preferencial entre os eleitores, el garantiu sua reeleição ocupando o 24º lugar entre as 31 cadeiras gaúchas à Câmara Federal
Jeferson Fernandes (PT) garantiu reeleição com 49.809 votos. Foi o 15º mais votado no Estado.
Aloísio Classmann (PTB), também se reelegeu deputado estadual
A empresária que comandava o Centro de Formação de Condutores Escritório Chico morreu
Iniciou o funcionamento do Setor de Diagnóstico e o Laboratório na nova unidade do Hospital Vida & Saúde.