MAIO: Fenasoja, movimento dos caminhoneiros e cume do Everest

A fenasoja levou até o Parque de Exposições 202 mil pessoas; no dia 21 iniciava o movimento dos caminhoneiros em Santa Rosa; Depois de 11 horas de escalada o jovem santa-rosense Henrique Scalco Franke,chegava ao cume do Everest.

Depois de 11 horas de escalada o jovem santa-rosense Henrique Scalco Franke, 29 anos, chegava ao cume do Everest, o ponto mais alto do planeta.
Depois de 11 horas de escalada o jovem santa-rosense Henrique Scalco Franke, 29 anos, chegava ao cume do Everest, o ponto mais alto do planeta.

Uma Fenasoja diversificada e de sucesso

Há dois dias de seu encerramento a Fenasoja 2018  chamava a atenção de seus visitantes pela diversificada programação. Negócios, lazer e gastronomia levaram até o Parque de Exposições 202 mil pessoas durante sua 22ª edição, gerando uma receita de R$ 1,4 milhão somente na bilheteria.

Levantamento feito junto aos expositores mostrou que o evento gerou R$ 87 milhões em negócios nos seus 10 dias. Destaque para a ExpoRural, reorganizada e setorizada, concentrando em um único espaço cooperativas e empresas ligadas ao agronegócio. Segundo o presidente, Alexandre Maronez, "ficou clara a satisfação dos expositores dos mais diferentes segmentos". Uma prova disso pode ser sintetizada no fato de que 80% dos participantes já garantiram seus espaços para a Fenasoja 2020, que será presidida por Elias Dallalba. "É uma demonstração de sua consolidação como vitrine de negócios", conclui Dallalba.

Momento histórico no Vida & Saúde

O Hospital Israelita Albert Einstein assinava o termo de cooperação com o Vida & Saúde, na tarde do dia 10 de maio. O objetivo do convênio era receber informações e treinamento para conquistar a chamada "Acreditação Hospitalar", uma espécie de ISO 9000 da área de saúde. O Einstein foi a primeira entidade a receber a Acreditação fora dos EUA.   

O assunto já vem sendo tratado pelo Vida & Saúde desde 2009, quando iniciou a implantação de Protocolos de Segurança do Paciente preconizados pelo Ministério da Saúde. Em 2016 foi fundado um Núcleo de Gestão, para mobilizar todos os profissionais da instituição, visando a conquista da Acreditação.   A comitiva do Hospital Israelita foi chefiada pelo presidente Sidnei Klajner, que destacou o ineditismo da parceria do Einstein com outra entidade de saúde.

Carlos Lee e Vanoli Kist no Conselho do Dom Bosco

Os empresários Carlos Lee, presidente da Alibem, e Vanoli Kist, diretor da Camera Agroalimentos, foram anunciados como integrantes do Conselho de Administração do Hospital Dom Bosco. A iniciativa partiu do deputado federal Osmar Terra (MDB), com o intuito de fortalecer o grupo liderado por Carlos Serafini, presidente da ABOSCO.  Terra decidiu partir para esta opção devido a demora de dois hospitais de Passo Fundo, que ainda não haviam se posicionado a respeito de uma proposta para assumir os rumos do Dom Bosco. Terra acreditava que a disposição de Lee e Vanoli estimulasse a participação de mais lideranças no Conselho.

Morre Valmor Bürkle

Um infarto fulminante tirava a vida de Valmor Bürkle (foto) no início da tarde do dia 16 de maio, uma quarta-feira. Ele residia na cidade de Jari, próximo a Santiago. Seu corpo foi velado na Câmara de Vereadores daquela cidade, pois Valmor exercia, pela segunda vez, o mandato de vereador daquele município. No dia seguinte seu corpo foi transladado para Santa Rosa e sepultado no Cemitério Dom José. Bürkle tinha 60 anos e aqui teve forte passagem política. Elegeu-se vereador pelo PP por quatro vezes, presidiu o Legislativo por dois anos, além de ser secretário de Obras na gestão de Alcides Vicini.

Câmara fiscaliza asfalto

As vereadoras Sonia Conti (PCdoB) e Márcia Carvalho (PT) executaram diligências para averiguar a qualidade do asfalto nas avenidas Tuparendi, Inhacorá e Expedicionário Weber. Estas são as principais vias recuperadas com os R$ 36 milhões, empréstimo firmado entre prefeitura e CAIXA.   "O que vimos é alvo de grande preocupação em face do investimento que o município vem fazendo. Não podemos aceitar qualquer desculpa, tipo aquela de que o calor é muito intenso e, por isso, provoca problemas. Em nosso relatório vamos propor a contratação de uma auditoria especializada para fazer um levantamento técnico", resumia Sonia.

Santa-rosense chega ao cume do Everest

Depois de 11 horas de escalada o jovem santa-rosense Henrique Scalco Franke, 29 anos, chegava ao cume do Everest, o ponto mais alto do planeta. A façanha aconteceu no dia 19 de maio, fruto de mais de um mês e meio da expedição que o levou aos 8.848m de altura da montanha. Henrique foi o terceiro gaúcho e o 19º brasileiro a conquistar o feito. Ele é filho de Lisete e Cláudio Franke e tem três irmãos.

Região começa a parar com movimento dos caminhoneiros

Na madrugada de segunda-feira, 21 de maio, iniciava o movimento dos caminhoneiros em Santa Rosa. Mobilizados no Posto Fenasoja (saída para Três de Maio), eles paravam veículos de carga, deixando passar só aqueles com leite cru ou animais vivos. Caminhões vazios eram mandados de volta para seus pontos de origem com a informação de que não retornassem com mercadorias, pois seriam parados. Como consequência o Frigorífico Alibem paralisou por dois dias os abates. A preocupação da empresa era com a alimentação dos cerca de 900 mil suínos nas granjas integradas, que não estavam recebendo as rações. "Sem comida, haverá canibalismo entre os animais", afirmava Jucelino Gonçalves, diretor da indústria.

A prefeitura paralisou os serviços que dependiam de veículos por falta de combustível. Pelo mesmo motivo o Expresso Toda Hora priorizou os horários de picos, ficando os demais períodos com as frequências de domingos.  Com o apoio de trabalhadores, empresários e da comunidade o movimento ganhou simpatia e muitos deslocavam-se até o local do movimento para doar alimentos.  Na região haviam cinco bloqueios: em Santa Rosa no Posto Fenasoja e em Esquina Guia Lopes, além de Tuparendi, Três de Maio e Giruá. A categoria não concordava com o preço do frete, do óleo diesel entre outras questões.

A fenasoja levou até o Parque de Exposições 202 mil pessoas,  gerando uma receita de R$ 1,4 milhão somente na bilheteria
Valmor tinha 60 anos e teve forte passagem política, elegeu-se vereador pelo PP por quatro vezes, presidiu o Legislativo, além de ser secretário de Obras na gestão de Alcides Vicini