Dezembro: Melhorias no trânsito em prol da segurança foram anunciadas

No trânsito, a possibilidade de, enfim, melhorias serem implementadas junto aos trevos de acesso da cidade.

No perímetro urbano, o destaque no trânsito foi a implantação de um novo sistema de videomonitoramento com câmeras dotadas com tecnologia HD, instaladas em vários pontos estratégicos de Santa Rosa.
No perímetro urbano, o destaque no trânsito foi a implantação de um novo sistema de videomonitoramento com câmeras dotadas com tecnologia HD, instaladas em vários pontos estratégicos de Santa Rosa.

E o ano de 2017 encerra com notícias positivas em algumas áreas. No trânsito, a possibilidade de, enfim, melhorias serem implementadas junto aos trevos de acesso da cidade. O próprio diretor geral do Daer, Rogério Brasil Ubert, em visita in loco aos principais pontos críticos da região, se comprometeu em apontar soluções a fim de evitar novos e graves acidentes. Já no perímetro urbano, o destaque no trânsito foi a implantação de um novo sistema de videomonitoramento com câmeras dotadas com tecnologia HD, instaladas em vários pontos estratégicos de Santa Rosa. A tecnologia passa a oferecer melhor resolução de imagens, facilitando assim as investigações policiais. Ao todo, 26 novas câmeras foram instaladas.

Na saúde, destaque para a aprovação de um plano macrorregional de urgência e emergência e um centro de atendimento ao AVC tipo 3, que vinha sendo construído há cinco anos. O centro será um ambulatório especializado para atender pacientes com AVC agudo. Já a crise que atingiu a Abosco passou a ter novos capítulos em dezembro, com a realização de reunião na Câmara de Vereadores, onde números foram apresentados pela auditoria, que apontou que a dívida da instituição é superior a R$ 12 milhões. Novos rumos foram dados, envolvendo inclusive a Justiça do Trabalho, que intermediou reunião que culminou no fim da greve de 30 dias e a elaboração de um plano para quitação dos compromissos com a folha de pagamento dos trabalhadores.

Na agricultura, a Cotrirosa anunciou o investimento de R$ 8 milhões em um projeto para a construção de silos para armazenamento de grais. O valor será dividido em duas etapas, iniciadas já neste mês, com a construção de quatro silos em Tucunduva e outro em Ubiretama. Em 2018, o projeto prevê investimentos em silos em Santo Cristo e Cândido Godói. E outro fato positivo foi a assinatura de autorização de licitação para a 2ª via da Avenida América, onde serão investidos R$ 2,4 milhões, articulados pelo ministro Osmar Terra. Serão asfaltados mais 3,2 km. Para a fase primeira do prolongamento da Avenida América já haviam sido investidos R$ 6 milhões.

E também em dezembro, o TER negou recurso e manteve a condenação aos envolvidos no caso Limpa Fossa. Já haviam sido condenados Fernando Borella, Lin Michalski, Ademar da Veiga Martins e Marino Martins, que neste ano também havia tido seu mandato de vereador cassado e sido afastado do cargo. O processo foi movido pelo promotor Janor Duarte que investigou a possível prática de improbidade administrativa decorrente da utilização da estrutura da Secretaria Municipal de Obras. Já Fernando Classmann, que também havia sido condenado em instância local foi absolvido pelo Tribunal Regional Eleitoral, que invalidou a interceptação telefônicas que constavam nos autos do processo.

Outros destaques do último mês do ano foram o anúncio do resultado do Hortigranjeiros, que encerrou com superávit de R$ 183 mil e a polêmica do projeto do Executivo Municipal que acaba com o pagamento do Vale-alimentação a servidores públicos aposentados e pensionistas. O debate em torno do projeto mobilizou servidores que chegaram a lotar o plenário da Câmara protestando contra sua aprovação. Depois de muita discussão e questionamentos, a proposta foi retirada da pauta pelo prefeito Alcides Vicni, que afirmou que o caso não voltará a pauta e que cumprirá a Súmula Vinculante e não pagará o Vale a cerca de 650 servidores. Também neste mês ocorreu o lançamento da pedra fundamental do futuro prédio do Foro de Trabalho de Santa Rosa. As novas instalações serão em uma área de 2,8 mil metros quadrados na esquina da Rua Caxias com a Teixeira Mendes. A obra deverá estar licitada até junho de 2018 e concluída no ano seguinte.