Santo Ângelo, Ijuí e Catuípe receberão passeios turísticos de trem

A iniciativa vai oferecer mais uma opção histórica e cultural no fomento ao turismo

Fotos: Fernando Gomes
Fotos: Fernando Gomes

De 20 a 30 de setembro a Região das Missões irá receber um evento turístico-cultural de destaque. Passeios de trem serão realizados no itinerário entre Santo Ângelo, Catuípe e Ijuí. A iniciativa é uma prévia do projeto “Trem da História”, de abrangência regional, que objetiva fomentar o turismo e a cultura missioneira por meio do resgate da malha ferroviária.

O trem comemorativo será composto por duas locomotivas, uma a vapor, modelo 204 – Mallet, e outra a diesel modelo 4262 – G12. Com um total de dez vagões, as locomotivas terão capacidade para transportar 450 passageiros. A expectativa é de que os passeios turísticos envolvam 1800 passageiros por dia, em viagens com duração de quatro horas entre os trajetos. O trem sairá de Ijuí ainda em horário a ser definido, passando nas três cidades.

Para debater a implantação dos passeios de trem na região, o prefeito Jacques Barbosa e a secretária de Cultura Neusa Cavalheiro, reuniram-se nesta quinta-feira, 7, no Ministério Público Federal, com o procurador Federal, Osmar Veronese, e a presença do prefeito de Ijuí, Valdir Heck e do vice-prefeito de Catuípe, Gladimir Militz Wey; do secretário de Cultura, Esporte e Turismo de Ijuí, Sérgio Augusto Corrêa; do vice-presidente da Associação Brasileira de Preservação Ferroviária – ABPF –, Marlon Ilg, e o diretor de projeto específicos da ABPF, Claudio Hoppe.

Para o prefeito Jacques Barbosa, o projeto de cooperação oportunizará aos municípios envolvidos e à Região das Missões mais uma opção histórica e cultural, para atrair turistas e fomentar a expansão do setor turístico, uma das prioridades de governo.

Segundo a secretária de Cultura, Neusa Cavalheiro, “essa iniciativa inicial, poderá servir como base para a implantação do projeto “Trem da História”. Com a permanência dessas locomotivas de passeios aqui na região pelo período de dez dias, conseguiremos ter a dimensão de como o público vai abraçar a ideia de intercâmbio cultural valorizando a memória ferroviária existente”, disse.

O vice-presidente da ABPF, Marlon Ilg, enfatizou que municípios estão demonstrando o interesse em implantar o turismo ferroviário na Região das Missões, comprometendo-se em cooperar na estrutura de atrativos locais para os turistas, integrando a programação aos passeios turísticos de trem.

Marlon explicou que está sendo realizada uma análise de todo o trajeto que o trem irá percorrer, e já foi dada a entrada no processo burocrático com a concessionária da rede ferroviária no Rio Grande do Sul, a Rumo Logística, para a autorização de transporte de passageiros. Com a autorização, ainda é preciso um termo de entendimento assinado pelos três governos municipais, sendo entregue este documento para a Agência Nacional de Transportes Terrestres.