Porto Mauá no Programa Gaúcho de Artesanato

O artesão que possui a carteira tem inúmeras vantagens, além de vender seus produtos, pode participar de feiras, emitir nota fiscal e participar de projetos dos governos federal e municipal.

A iniciativa, além de estimular a produção do artesanato local, é um mecanismo de desenvolvimento econômico e de inclusão social, na medida em que gera emprego e renda.
A iniciativa, além de estimular a produção do artesanato local, é um mecanismo de desenvolvimento econômico e de inclusão social, na medida em que gera emprego e renda.

Visando dar prosseguimento ao Projeto da Casa do Artesão de Porto Mauá, no último dia 25, Vilson Carvalho, responsável pela avaliação das carteiras do Programa Gaúcho de Artesanato, da Agência FGTAS/SINE, de Santa Rosa, esteve no CRAS realizando o encaminhamento das carteirinhas das artesãs rurais do município. O artesão que possui a carteira tem inúmeras vantagens, além de vender seus produtos, pode participar de feiras, emitir nota fiscal e participar de projetos dos governos federal e municipal.

Sonho antigo que se concretizará nos próximos meses, a Casa do Artesão de Porto Mauá, estará localizada na Rua Uruguai, 155, antigo espaço ocupado pelo Conselho Tutelar, e será destinada à comercialização e exposição dos produtos confeccionados no município. O espaço passará por reforma e garantirá mais conforto e espaço aos artesãos, bem como aos visitantes e turistas. A iniciativa, além de estimular a produção do artesanato local, é um mecanismo de desenvolvimento econômico e de inclusão social, na medida em que gera emprego e renda.