Vicini nomeou para diretoria uma servidora denunciada por fraude

Ela é diretora de benefícios do Previrosa, e foi denunciada pelo MP na Operação Carga Pesada.

Ação do Ministério Público ocorreu em 2014.
Ação do Ministério Público ocorreu em 2014.

 A servidora pública, Édila Loureiro Pacof, foi nomeada pelo prefeito Alcides Vicini como diretora de benefícios do Previrosa de Santa Rosa. Édila recebe mensalmente do instituto de previdência R$ 1.990,12 e está entre as sete pes­soas que foram denunciadas por nove crimes licitatórios, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha, na Operação Carga Pesada.

Ainda segundo o MP, os denunciados agiam para frustrar ou fraudar o caráter competitivo de licitações da prefeitura, principalmente as que envolviam a reforma de maquinário pesa­do, como motoniveladoras, retroescavadeiras e carregadores. As empresas se alternavam como vencedoras dos processos e elevavam os preços praticados. A denúncia ainda não foi julgada.