Terra diz que o Vida & Saúde perdeu uma grande oportunidade

“Assim como foi contornada no Vida & Saúde num recente passado, quando também não tinha recursos nem para pagar a folha de pessoal. São situações cíclicas, não definitivas”, observou.

Terra diz que o Vida & Saúde perdeu uma grande oportunidade

É uma referência direta à posição assumida de não aceitar a incorporação ou gestão compartilhada do Hospital Dom Bosco. “Perde uma grande oportunidade de ampliar seu tamanho até porque o Hospital Dom Bosco estará recebendo todos os equipamentos de hemodinâmica para a realização de cirurgias cardíacas, cateterismos e outros exames importantes”, justificou o ministro do Desenvolvimento Social.

Sobre a situação econômica atual de dificuldades do Dom Bosco, Terra diz que há como ser contornada. “Assim como foi contornada no Vida & Saúde num recente passado, quando também não tinha recursos nem para pagar a folha de pessoal. São situações cíclicas, não definitivas”, observou.

Afirmou que em breve os equipamentos da Hemodinâmica (tratamento de doenças do coração) estarão chegando oriundos do Instituto de Cardiologia. Lamentou a negativa do Hospital Vida e Saúde, uma vez que se houvesse a fusão, as dividas poderiam ser pagas com mais facilidade. “Com o andar do processo as despesas cairiam e seriam quitadas com mais facilidades”, acrescentou.

“A posição do Vida & Saúde está levando o Dom Bosco a buscar uma fusão com um grande hospital de outra cidade ou estado”, disse. Questionado se ele próprio estava participando diretamente das negociações, Terra respondeu: “nós estamos conversando! Eu estou tentando ajudar. Acho que o Dom Bosco não pode fechar, Santa Rosa tem que ter uma estrutura, tem que ter mais opções e não diminuir as opções de atendimento médico e hospitalar. O Dom Bosco poderá se tornar um Instituto de Cardiologia, outros hospitais da região norte do estado estão manifestando interesse. Eu acho que alguém assumirá e fará funcionar e isso para população vai ser bom, terá a alternativa do Vida e Saúde e a alternativa de um grande hospital que vai começar a funcionar aqui em Santa Rosa através do Dom Bosco já com cirurgia cardíaca, com tudo aquilo que nós programamos”.