Prefeito de Porto Mauá avalia o ano de 2017

Leocir ressaltou que as finanças de Porto Mauá dependem essencialmente do Fundo de Participação dos Municípios.

Prefeito de Porto Mauá avalia o ano de 2017

Na manhã da quarta-feira, 27, em entrevista ao programa Ponto e Contraponto da Rádio Noroeste FM, o prefeito da cidade de Porto Mauá, Leocir Weiss, destacou as conquistas e dificuldades de sua gestão no ano de 2017.

Leocir ressaltou que as finanças de Porto Mauá dependem essencialmente do Fundo de Participação dos Municípios, visto que o Imposto Sobre Circulação de Mercadoria e Prestação de Serviços, ICMS, não é suficiente para garantir estabilidade, pois as indústrias estão instaladas nos polos regionais onde existe uma estrutura diferenciada.

Outra situação abordada foi a das enchentes do Rio Uruguai que atingem diretamente a área do porto e o comércio local. A cada inundação, parte da população necessita de ajuda do poder público. Para Weiss, a atuação da Defesa Civil do município consegue atender satisfatoriamente a demanda.

Ele acrescentou que o município é carente de recursos no que tange ao atendimento das comunidades ribeirinhas. O objetivo é retirar as famílias desses locais, porém, não há recursos necessários e o município não possui áreas disponíveis para a recolocação de aproximadamente 40 famílias.

O prefeito destacou também que a maior área empregadora do município é a própria prefeitura, e isso faz com que o quadro de funcionários extrapole o necessário. Para que ocorram ações na esfera social é preciso que o município tenha crescimento econômico.

Leocir Weiss afirmou que o ano de 2017 foi positivo e será fechado sem nenhum tipo de problemas financeiros, no entanto, as projeções para o próximo ano não são otimistas.