Justiça manda retirar outdoor de Bolsonaro

Juíza afirma na decisão que analisando os autos e a legislação eleitoral vigente, verificou-se a irregularidade da propagando vinculada.

Justiça manda retirar outdoor de Bolsonaro

A juíza da 42ª Zona Eleitoral, Vanessa Lima Medeiros Trevisol decidiu na tarde de quarta-feira, 11, que o outdoor instalado em um terreno particular na ERS-344, próximo a Polícia Rodoviária, seja retirado.

O pedido partiu do Ministério Público Eleitoral (MPE) que entende tratar-se de propaganda eleitoral irregular e por isso deve ser coibida. Segundo o MP, o painel foi colocado por um grupo de pessoas que teriam dividido o valor do investimento. Já o local foi autorizado por um dos proprietários.

A juíza afirma na decisão que analisando os autos e a legislação eleitoral vigente, verificou-se a irregularidade da propagando vinculada. "Além de extemporânea, veiculada antes do dia 16 de agosto, é expressamente vedada a fixação de outdoor de propaganda eleitoral", frisou.

A magistrada estipulou o prazo de 48 horas para o outdoor ser retirado, caso contrário fixará multa diária de R$ 5 mil.