Claudio Franke será diretor do Ministério da Cidadania

Claudio assumirá em janeiro a chefia do gabinete do ministério de Osmar Terra

Sobre a expectativa do Governo Bolsonaro, Franke argumenta que o presidente eleito deu liberdade para que os ministros montem suas equipes.
Sobre a expectativa do Governo Bolsonaro, Franke argumenta que o presidente eleito deu liberdade para que os ministros montem suas equipes.

Após integrar o grupo de unir o Ministério da Cidadania, com as pastas já existentes, incluindo o Desenvolvimento Social, Esporte e Cultura, o emedebista Claudio Franke assumirá em janeiro a chefia do gabinete do ministério de Osmar Terra.

Franke explica que o novo ministério enxugou as pastas, o que gera mais trabalho ao ministro Osmar. “Ele responderá por uma estrutura grande, mas o orçamento continua sendo dividido da mesma forma, e o que reduz é a equipe pessoal. Será feito economia na estrutura de pessoal”, afirmou.

Questionado sobre a equipe que integrará o ministério, Franke afirma “Sobre a continuidade de programas como Leis de incentivo ao esporte e cultura, Claudio diz que o governo pode cobrar maior eficiência e que as estruturas diminuem suas estruturas para melhor aplicar o recurso”, destacou.

Sobre a expectativa do Governo Bolsonaro, Franke argumenta que o presidente eleito deu liberdade para que os ministros montem suas equipes. “Os ministros estarão trabalhando com sua equipe e o Bolsonaro cobrará resultados finais de cada pasta”, disse.