Câmara realizou 46 sessões ordinárias em 2017

Alem das 46 sessões ordinárias, ocorreram seis sessões extraordinárias, 11 especiais e seis sessões solenes.

Balanço mostra números da Mesa Diretora e do plenário.
Balanço mostra números da Mesa Diretora e do plenário.

O número consta do balanço de atividades apresentada pela Mesa Diretora presidida por Paulinho dos Santos, que comandou a casa no período legislativo encerrado no domingo, 31 de dezembro. Alem das 46 sessões ordinárias, ocorreram seis sessões extraordinárias, 11 especiais e seis sessões solenes. Também foram desenvolvidas as edições dos projetos Câmara nas Escolas e Vereador Estudante por um Dia e Vereador Idoso por um Dia, mais o Diploma Paulo Freire que mobilizou estudantes, clubes da terceira idade e educadores do município.

No mesmo período a Mesa Diretora e os vereadores apresentaram 25 projetos de leis, três projetos de resolução, três projetos de decreto legislativo, apresentadas 344 indicações, 107 requerimentos, 37 moções e 73 pedidos de providências. O plenário debateu e apresentou emendas e votaram 68 projetos de leis enviados pelo Executivo.

Paulinho dos Santos reiterou que sua gestão priorizou a política de economicidade, devolvendo ao Executivo R$ 5,3 milhões, o que equivale a 55% do orçamento do Legislativo. A Câmara também se comprometeu no ano passado a destinar mensalmente a partir deste mês de janeiro o valor correspondente às prestações da compra do Colégio Santa Rosa de Lima, Liminha.