Câmara emite nota de repúdio após citações de Leonardo Vicini

Vereadores dizem que além de desinformado, o filho do prefeito falta com respeito com os vereadores e ao Poder Executivo.

Nota foi postada na página da Câmara de Vereadores de Santa Rosa
Nota foi postada na página da Câmara de Vereadores de Santa Rosa

A Câmara de Vereadores de Santa Rosa, através de sua página oficial no Facebook divulgou uma nota de repúdio as afirmações feitas por Leonardo Vicini, filho do prefeito Alcides Vicini.

Conforme os vereadores as declarações de Leonardo Vicini foram feitas no dia 31 de janeiro “na qual, ao manifestar sua opinião a respeito da decisão da empresa Havan, em se instalar no município de Ijuí, ofende a honra dos parlamentares desta Casa, dignos representantes do povo, ao afirmar ser este parlamento uma “Câmara de Vereadores analfabeta funcional em economia”. 

A nota ainda reitera que na mesma postagem Leonardo criticou a prefeitura, administrada por seu pai, o prefeito Alcides Vicini e a imprensa de Santa Rosa, chamando-a de “incompetente”.

A nota segue dizendo: “O Poder Legislativo, presente nos debates em torno do desenvolvimento e progresso de Santa Rosa, desde 1935, sempre pautou suas ações em prol da coletividade. No caso específico da Havan, esta Casa Legislativa se posicionou favorável, inclusive, com a aprovação dos vereadores, encaminhamos Moção de Apoio ao Sr. Luciano Hang, sócio-proprietário da Havan e ao prefeito Vicini, reconhecendo o esforço de seu governo quando a Administração Municipal não mediu esforços a fim de oferecer alternativas para que a empresa optasse por Santa Rosa, quando do anúncio do estudo de instalação de novas unidades no Rio Grande do Sul”, afirmou o documento publicado.
Ainda, conforme a explicação do Legislativo, em 2018, representada pelo vereador Luiz Renato Schaefer, então presidente da Câmara, empreendeu viagem, junto com uma comitiva de santa-rosenses, a fim de levar a sugestão do nome de Santa Rosa para que a Havan. “Por tanto, além de desinformado, o cidadão Leonardo Vicini falta com o respeito com os nobres Vereadores deste Poder Legislativo, como também o Poder Executivo santa-rosense”, concluiu a nota.

Procurado por nossa reportagem, Lenardo Vicini destacou que a nota da Câmara é um exagero, pois, ele publicou apenas um desabafo como cidadão. Respeita a imprensa, admira o trabalho de seu pai, e dos vereadores, mas, que no calor do momento desabafou. Ele observou que a nota da câmara chamou mais a atenção do que sua publicação.