Do sonho ao pesadelo: empresa de Frederico Westphalen é acusada de fugir com dinheiro de formandos

Acadêmicos do curso de enfermagem de Três de Maio e Medicina Veterinária da Unceff - Campus de Itapiranga/SC relatam golpe prestes a se formar

Na Delegacia de Policia de Frederico Westphalen, o caso está sendo investigado como estelionato.
Na Delegacia de Policia de Frederico Westphalen, o caso está sendo investigado como estelionato.

Três estudantes de enfermagem de Três de Maio informaram na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento – DPPA de Santa Rosa que formalizaram um contrato com uma empresa de eventos de Frederico Westphalen para realização da colação de grau e festa no dia 29 de fevereiro de 2020.

Elas relataram que praticamente todos os boletos já foram pagos e que atualmente não conseguem mais entrar em contato com o proprietário da empresa e sua sócia.

Juntos os 30 formandos de enfermagem que fariam a colação de grau pagaram cerca de R$ 90 mil para a empresa. Conforme as três formandas, uma antiga secretária da empresa alertou todos os alunos de que os responsáveis teriam fechado as portas e levantado acampamento. Orientando assim, que as acadêmicas efetuassem o registro na delegacia.

A empresa também está sendo acusada por 26 formandos de Medicina Veterinária da Unceff - Campus de Itapiranga/SC. A formatura está marcada para este sábado, 23.

O montante pago pelos acadêmicos gira em torno dos R$ 100 mil e compete a prestação de serviços como fotos, alimentação e estrutura da colação de grau e festa. A universidade irá auxiliar na contratação de outra empresa para os formandos que deverão desembolsar mais de R$ 2 mil cada. 

"Estamos arrasados e sem chão. Era nosso sonho isso nos foi tirado. Abrimos mão de muita coisa para conquistar esse sonho", destacou uma das formandas.

Na Delegacia de Policia de Frederico Westphalen, o caso está sendo investigado como estelionato.