Tem servidor recebendo menos que um mínimo

Isso passou a ocorrer a partir de uma proposta oriunda do Executivo, que transferiu para abril a discussão do dissídio da categoria.

Joaquim Derli Soares, presidente do Sindicato dos Servidores Municipais protocolou um pedido na prefeitura, solicitando uma forma legal para que seja corrigida a queda salarial.
Joaquim Derli Soares, presidente do Sindicato dos Servidores Municipais protocolou um pedido na prefeitura, solicitando uma forma legal para que seja corrigida a queda salarial.

Pelo menos de janeiro até março de cada ano, servidores do Padrão 2 da Prefeitura de Santa Rosa recebem menos do que o salário mínimo nacional. Isso passou a ocorrer a partir de uma proposta oriunda do Executivo, que transferiu para abril a discussão do dissídio da categoria.

Joaquim Derli Soares, presidente do Sindicato dos Servidores Municipais protocolou um pedido na prefeitura, solicitando uma forma legal para que seja corrigida a queda salarial. Segundo ele, cerca de 200 trabalhadores estão com seus vencimentos abaixo do mínimo. “Precisamos corrigir essa situação”, destacou. A maioria deles atua na pasta da Infraestrutura Urbana, em serviços a céu aberto tapando buracos em calçamentos e asfaltos, construindo pontes, pintando e reformando prédios. Outros estão expostos a produtos químicos, na limpeza de banheiros, pátios escolares e praças.