HomeGeral quinta-feira, 10 de agosto de 2017 13:07

Programa Global de Crédito beneficiará a região

Ministro Marx Beltrão assina carta de adesão.

O ministro do Turismo, Marx Beltrão, participou nesta segunda-feira, 7, em São Miguel das Missões, da primeira reunião do Conselho Executivo da Rota Jesuítica Internacional da América do Sul. Durante o encontro, o ministro assinará uma carta de adesão do Brasil ao Programa Global de Crédito, do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), para a Integração Regional dos Países da Bacia do Prata, com o intuito de integrar o turismo regional. O valor total da iniciativa é de US$ 100 milhões para os cinco países.

“O Ministério do Turismo tem total interesse no sucesso desta rota integrada. Por isso, fiz questão de aproveitar este ato para assinar na frente de todos aqui presentes a carta de crédito que representa o ponta pé inicial para termos acesso aos recursos do BID para o nosso projeto”, afirmou o ministro Marx Beltrão.

A rota, composta por destinos do Brasil, Uruguai, Bolívia, Paraguai e Argentina, é um tema fundamental para o desenvolvimento econômico da região. No encontro, organizado pela Associação dos Municípios das Missões (AMM), os países participantes discutiram, ainda, estratégias para consolidar a rota, que recebe cerca de 250 mil visitantes por ano em seus mais de 30 atrativos integrados. Na parte brasileira, a expectativa é triplicar o número de visitantes da região em dois anos, passando dos atuais 100 mil anuais para 300 mil.

“Sabemos que não adianta investirmos em infraestrutura se não promovermos os destinos. Por isso, imagens de atrativos da Rota das Missões vão entrar na campanha do Sul do país que vamos lançar no próximo dia 24, com o objetivo de divulgar tudo os que essa região tem de melhor”, concluiu o ministro. No projeto estará incluindo pontos turísticos como o Tombo do Roncador no Rio Uruguai e o Paredão de Pedras, ambos em Porto Vera Cruz.

Faça seu comentário