Eletrosul emite alerta para risco de acessar o Salto Pirapó

Reservatório da barragem da Hidrelétrica Passo São João pode aumentar a qualquer momento, oferecendo risco a quem esteja no local.

Salto Pirapó é um atrativo turístico que recebe muitos visitantes, principalmente no verão. A Eletrosul chama a atenção para o aumento repentino das águas neste local.
Salto Pirapó é um atrativo turístico que recebe muitos visitantes, principalmente no verão. A Eletrosul chama a atenção para o aumento repentino das águas neste local.

A vazão de água do reservatório da barragem da Hidrelétrica Passo São João pode aumentar a qualquer momento, oferecendo risco a quem esteja no local. Em razão disso a Eletrosul alerta a comunidade em geral e turistas sobre o perigo de acessar o rio Ijuí a jusante, ou seja, abaixo – especialmente, na região do Salto Pirapó.

Em caso de emergência o Corpo de Bombeiros deve ser acionado pelo telefone 193. Placas de sinalização estão sendo instaladas na margem esquerda do rio, junto ao Salto Pirapó – já que, atualmente, o acesso pela margem direita é de responsabilidade da Eletrosul e restrito às pessoas por questões de segurança. A localidade é uma Área de Preservação Permanente (APP).

De propriedade da Eletrosul a Hidrelétrica Passo São João está situada no município de Roque Gonzales e tem capacidade de geração de 77 MW, equivalente ao consumo de 435 mil pessoas. A usina opera desde março de 2012. 

Situado entre os municípios de Dezesseis de Novembro e Roque Gonzales (RS), no rio Ijuí, o Salto Pirapó é um atrativo turístico que recebe visitantes de muitas localidades, inclusive do exterior. Em suas cachoeiras, pode-se avistar peixes de diversas espécies subindo o rio em época de reprodução. Com a chegada do verão e das altas temperaturas é natural que as pessoas busquem o local para se refrescar e se divertir.