Comudicas não vê irregularidades na prova para candidatos do Conselho Tutelar

A previsão é que até o final de semana se tenha uma decisão da promotora Ana Paula Mantay.

Comudicas não vê irregularidades na prova para candidatos do Conselho Tutelar

Na segunda-feira o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e Adolescentes (Comudicas) se manifestou através de uma nota assinada pela presidente da entidade, Marli Rosek e pela presidente da Comissão Especial Eleitoral Rúbia Belincanta. 

Segundo a entidade, através de uma análise realizada pela diretoria do mesma e com a presença da secretária de Desenvolvimento Social, Ivete Correa, não ficou constatado nenhuma irregularidade na realização do certame tão pouco no período preparatório. Desta forma, o Conselho, lamentou que os candidatos (as) não tenham logrado êxito na realização da prova, mas, pelo interesse da causa em defesa dos direitos das crianças e adolescentes, espera continuar contando com a paixão e o trabalho de todos. Com isso, os 20 candidatos que foram aprovados no certame estão aptos a fazer campanha. A eleição será em outubro. 

Já o Ministério Público Estadual, que recebeu a denúncia dos insatisfeitos com o processo, afirma que o fato está sendo investigando. A previsão é que até o final de semana se tenha uma decisão da promotora Ana Paula Mantay.