Avança projeto que reconhece Santa Rosa como Berço Nacional da Soja

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania-CCJ da Câmara de Deputados, aprovou na quarta-feira, 14, o projeto que dá à Santa Rosa o título.

Acompanhados do presidente da FENASOJA 2020, Elias Dallalba, voluntários da feira visitaram na Linha 15 de Novembro, o Memorial da Soja, marco zero da sojicultura no Brasil
Acompanhados do presidente da FENASOJA 2020, Elias Dallalba, voluntários da feira visitaram na Linha 15 de Novembro, o Memorial da Soja, marco zero da sojicultura no Brasil

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania-CCJ da Câmara de Deputados, aprovou na quarta-feira, 14, o projeto que dá para Santa Rosa o título de Berço Nacional da Soja. Trata-se de um projeto terminativo, de autoria do deputado gaúcho Jerônimo Goergen-PP, que passa agora para a apreciação do Senado Federal e se aprovado, passará para a sanção do presidente Jair Bolsonaro.

Jerônimo Gorgen justifica a proposta que trata-se de um projeto muito importante, que fortalece a imagem da cidade e da região, além de fazer justiça pois foi em Santa Rosa que tudo começou. “Agora aguardamos os trâmites do projeto, e assim que entrar no Senado buscaremos agilizar a aprovação, para que a FENASOJA 2020 aconteça no Berço Nacional da Soja”, salientou. O deputado lembra que a soja é o principal produto do agronegócio brasileiro e a menção traz fortalecimento em turismo e na própria feira.

O presidente da FENASOJA 2020, Elias Dallalba comemora a provação do projeto e salienta que isso vem de encontro e reconhecimento do trabalho semeado em Santa Rosa, e expandido para todas as regiões do país. “Agora esperamos que o projeto seja aprovado pelo Senado, e depois disso queremos que o presidente Jair Bolsonaro venha a Santa Rosa visitar a feira e sancione a Lei aqui da cidade. Para isso estamos juntando forças com o ministro Osmar Terra, com o senador Luis Carlos Heinze e com o deputado Jerônimo”, destacou.