Criatec se impõe no Programa Centelha

Para o incubado e CEO da Inventus, Gilson Rogério Batista, o Centelha é uma ótima oportunidade para desenvolver projetos em negócios inovadores.

Criatec da Unijuí tem 19 linhas de inserções de projetos.
Criatec da Unijuí tem 19 linhas de inserções de projetos.

A Incubadora de Empresas de Inovação Tecnológica (Criatec), ligada à Vice-Reitoria de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão, participa com o maior número de projetos inscritos no Programa Centelha RS. São 19 linhas temáticas de inserção dos projetos. As que mais receberam inscrições foram Tecnologia Social com 24% e Tecnologia da Informação e Telecomunicação com 15,7%.

Para o incubado e CEO da Inventus, Gilson Rogério Batista, o Centelha é uma ótima oportunidade para desenvolver projetos em negócios inovadores. “O programa, que oferece recursos de subvenção econômica não reembolsável, possibilita utilizar os recursos para prototipar e validar o produto no mercado proporcionando escalabilidade à startup”, destacou.

A iniciativa é promovida pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap), e operada pela Fundação CERTI. No Rio Grande do Sul o programa é executado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do RS (FAPERGS).