Ato público contra corte de verbas reúne estudantes da região

Segundo diretório do 10º Nucleo do CPERS 80% dos educandários estão parados.

Ato público contra corte de verbas reúne estudantes da região

Santa Rosa está entre as cidades brasileiras que começaram, na manhã desta quarta-feira, 15, a ter manifestações contra o bloqueio de recursos para a Educação anunciado pelo MEC.

Na cidade, segundo um levantamento apresentado pelo 10º Núcleo do CPERS, 80% dos educandários estão com as atividades paralisadas.

A manifestação é convocada por entidades ligadas a movimentos estudantis, sociais e sindicatos. Os atos ocorrem contra as medidas na educação anunciadas pelo governo do presidente Jair Bolsonaro.

Segundo a acadêmica do Curso de Arquitetura e Urbanismo do IFFAR de Santa Rosa, Ana Clara Evangelista Santos, o diretório acadêmico está apoiando o movimento, pois os cortes anunciados inviabilizarão as atividades do Instituto para o próximo semestre. “Sou de Minas Gerais e vim para Santa Rosa estudar. Já cortaram verbas para alimentação, e outras bolsas de auxilio, o que prejudica diretamente nós estudantes, que dependemos disso para continuar estudando”, afirmou.

Ainda conforme o CPERS, cerca de 90% das escolas da região não realizam aulas neste dia. No ato, estão presentes alunos e professores de Cândido Godói, Campina das Missões, Porto Vera Cruz, Tucunduva, Novo Machado, Tuparendi, Três de Maio, Santo Cristo, Alecrim, além de Santa Rosa. O ato tem o apoio da Intersindical, União dos Estudantes, Sindicato dos Bancários, Sindicato dos Metalúrgicos, SindiSaúde, Simpro, Cpers.

Sobre os cortes anunciados:

Em março, foi publicado um decreto de programação orçamentária que estabelecia o contingenciamento de R$ 5,8 bilhões, previstos para a educação. Em abril, o Ministério da Educação divulgou que todas as universidades e institutos federais teriam bloqueio de 30% na verba.

Em maio, a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) informou sobre a suspensão da concessão de bolsas de mestrado e doutorado.