Santa Rosa fecha julho com déficit no emprego

Diferente disso estão os municípios de Porto Mauá, Tuparendi e Tucunduva que fecharam no azul.

Santa Rosa fecha julho com déficit no emprego

O saldo de empregos do mês de julho encerrou com saldo negativo de 149 vagas do mercado de trabalho de Santa Rosa. Segundo dados divulgados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), a cidade teve no mês 529 admissões e 678 desligamentos. Diferente disso estão os municípios de Porto Mauá, Tuparendi e Tucunduva que fecharam no azul.

Em Santa Rosa foram 529 admissões contra 678 demissões em 4.639 estabelecimentos, gerando um déficit de 149 vagas. Houve uma queda brusca no setor de serviços, onde 242 foram demitidos e admitiram-se 161, numa variação negativa de 81 vagas. Se forem contabilizados os sete primeiros meses, temos uma variação positiva de 105 vagas, pois no período ocorreram 1.589 admissões contra 1.484 demissões.

Tuparendi encerrou o mês com uma variação positiva de seis vagas, com 27 admissões para 21 demissões em 338 estabelecimentos. Tucunduva contabilizou 28 admissões contra 24 demissões, uma variação positiva de quatro vagas em 369 estabelecimentos e com um saldo dos primeiros sete meses de 25 vagas.

Porto Mauá também fechou o mês de julho no positivo. Foram três contratações e duas demissões, gerando uma vaga positiva em 113 estabelecimentos. O saldo anual está estável, fechando zerada.

Segundo a diretora do Sine de Santa Rosa Adriana Leal, só na terça-feira, 04, estavam disponíveis 45 vagas de trabalho. Entre a demanda de vagas está a de operador de estação de água, mecânico de veículo, mecânico de máquina industrial, assessor imobiliário, eletricista, entre outras. “O Sine recebe pedido recebe vagas diariamente e assim que elas dão entrada, automaticamente são preenchidas. É importante que as pessoas que estão desempregadas se cadastrem, o que é gratuito e dentro da demanda estaremos fazendo o possível para encaminhar as pessoas para os trabalhos”, afirmou.