John Deere ampliará planta de Horizontina

Apesar de a empresa não revelar o valor do investimento em Horizontina, estima-se que deva girar em torno de R$ 100 milhões.

John Deere ampliará planta de Horizontina

A fabricante norte-americana de máquinas agrícolas John Deere confirmou que está em fase final de estudos para ampliação de duas de suas unidades no Rio Grande do Sul, entre elas está a de Horizontina. As fábricas estão incluídas na fase nal da formatação do Factory Master Plan da multinacional, que é o plano que orienta os novos produtos que a fabricante lançará nos próximos cinco anos, de acordo com o presidente da multinacional no Brasil, Paulo Herrmann, gaúcho de São Lourenço do Sul, que ontem falou a empresários em evento na Federasul.

Apesar de a empresa não revelar o valor do investimento em Horizontina, estima-se que deva girar em torno de R$ 100 milhões. Na cidade, atuam quase 2 mil funcionários, e lá são produzidos três modelos de plantadeira e sete de colheitadeira. A ampliação, que será 90% voltada para o mercado interno e o restante para exportações, agora depende apenas de um acordo com o governo do Estado para a construção de um novo acesso à fábrica, diz Herrmann.

De acordo com o vice-prefeito de Horizontina, Jones Jehn da Cunha, a empresa já adquiriu uma nova área no distrito industrial da cidade para as áreas de logística, expedição e recebimento de matérias primas. Além disso, diz Cunha, a empresa deverá erguer na cidade o Museu da Soja, com investimento de cerca de R$ 20 milhões, onde antigamente funcionava a fábrica da SLC, adquirida pela multinacional.

Foto: Planta da cidade conta com cerca de 2 mil colaboradores