Cotrirosa vai investir R$ 8 milhões em armazenagem

Construção dos primeiros silos inicia ainda em dezembro deste ano.

Cotrirosa vai investir R$ 8 milhões em armazenagem

O preço pago pela soja, considerado baixo pelos agricultores, faz com que eles deixem de faturar o grão, gerando um problema sério para empresas e cooperativas que ficam com o produto estocado. Pensando nisso a Cotrirosa elaborou um projeto para a construção de silos para armazenagem de grãos.

O investimento de R$ 8 milhões será dividido em duas etapas, sendo a primeira com início ainda em dezembro deste ano e término previsto para março de 2018, quando inicia a colheita da soja. Na sequência, terá a construção da segunda etapa prevista também para o próximo ano.

O superintendente da Cotrirosa, Adair Antônio Galera, explica que o projeto completo contempla sete silos com capacidade total de 465 mil sacas. Na primeira etapa serão construídos dois silos em cada unidade de Tucunduva e uma em 23 de Julho, município de Ubiretama. Para a segunda está projetado o investimento de um silo na unidade de Santo Cristo e dois na de Cândido Godói.

Adair explica que o investimento se dará através de recursos próprios da cooperativa e de financiamento do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), que está com recursos disponíveis para as cooperativas investirem no setor.

Para o presidente da Cotrirosa, Eduino Wilkomm o investimento está contemplado no planejamento estratégico da cooperativa. “O atual momento exige maior capacidade de armazenagem pela quantidade de grãos estocados, que precisa de local até a realização das vendas”, observou. Por isso, reiterou, os novos silos foram projetados no planejamento estratégico da cooperativa.

Atualmente a Cotrirosa possui uma capacidade de armazenagem de 5,2 milhões de sacas e com o investimento projetado saltará para 5,7 milhões de sacas.