Vinhos e suas combinações

Vinhos e suas combinações
Vinhos e suas combinações
Vinhos e suas combinações

Vinhos

Os vinhos são uma das bebidas alcoólicas mais consumidas quando as temperaturas baixam. Ele é produzido por fermentação do sumo de uva, é legalmente definido como um produto obtido exclusivamente por fermentação parcial ou total de uvas frescas, inteiras ou esmagadas, ou de mostos.

Eles sempre ficam melhores quando degustados em boa companhia e combinado com um delicioso prato. Há algumas orientações básicas para que esta combinação seja feita de forma correta.

  • Espumantes e frisantes: Harmonizam com entradas diversas, saladas, petiscos e dependendo da doçura do espumante, algumas frutas e sobremesas.
  • Brancos e roses: Harmonizam com saladas, aves, peixes e frutos do mar, massas ao molho branco e queijos de massa mole.
  • Tintos: Harmonizam com carnes vermelhas, massas ao molho vermelho e queijos de massa dura. 
  • Doces e fortificados: Harmonizam com queijos azuis e sobremesas em geral. Como combinar vinho e comida

Massas

Na Itália além do macarrão a bebida mais consumida é – e não por acaso - o vinho. Os dois formam uma das harmonizações mais executadas do mundo, mas é preciso observar
o molho que acompanha a massa, para que essa combinação seja perfeita.

  • Tomate: Tintos leves e com boa acidez e rosés em geral.
  • Carnes: Tintos um pouco mais encorpados.
  • Queijos: Brancos mais encorpados ou tintos delicados.
  • Al Pesto: Brancos leves e frescos.

Queijos

Queijos e vinhos possuem gostos e características particulares que devem ser levadas em consideração na hora de harmonizá-los.

  • Mussarela, mussarela de búfala, minas frescal, ricota, queijo coalho e brie: brancos e levemente aromáticos.
  • Prato, meia-cura e cheddar: tintos leves e levemente frutados.
  • Parmigiano, provolone e pecorino: espumantes secos.
  • Gorgonzola, roquefor e stilton: brancos aromáticos

Porém seu gosto pessoal é o que prevalece no momento da escolha, portanto, sinta-se a vontade para criar novas combinações e compartilhe com a gente sua experiência. 

  • Salgadas: O sal é um ingrediente que combina com grande parte dos vinhos que conhecemos. Ele ajuda a suavizar alguns dos elementos mais difíceis de harmonizar, como ovos e cogumelos, por exemplo. Quando é combinado com um prato salgado ele se torna mais agradável, pois o vinho fica mais rico, menos amargo e também menos ácido. | Vinhos: Praticamente todos.
  • Doces: Já o açúcar na comida pode ser um vilão para a maioria dos vinhos. Os pratos doces podem mascarar o sabor frutado de um vinho e elevar sua sensação de acidez, além de deixá-lo mais amargo e com o álcool em evidência. | Vinho: Suave 
  • Ácidas: A acidez nos pratos é benéfica para a harmonização com vinhos. É importante que a combinação seja feita com vinhos igualmente ácidos. Além disso, a doçura e o sabor frutado de um vinho são realçados quando combinado com pratos mais ácidos. | Vinhos: Igualmente ácidos
  • Amargas: Tanto o vinho quanto o prato com certo nível de amargor podem ficar muito mais amargos quando combinados. | Vinhos: Branco e tintos.
  • Picantes: Pratos apimentados e picantes podem ficar mais ardentes quando combinados com o álcool dos vinhos. Eles podem ser harmonizados com vinhos de baixo teor alcoólico. | Vinhos: Tintos com baixo nível de taninos, doces, suaves e frutados. 
  • Gordurosas: Com esse tipo de comida, elas ficam mais ‘pegajosas’ no paladar então devem ser combinadas com vinhos de acidez elevada. A acidez combate boa parte da gordura, limpando o palato e oferecendo uma sensação mais agradável. | Vinhos: Acidez elevada

Faroeste no centro

Faroeste no centro

O Velho Oeste, Oeste Selvagem ou Faroeste, são os termos que denominam popularmente o período e episódios históricos que tiveram lugar no século XIX durante a expansão da fronteira dos Estados Unidos para a costa do Oceano Pacífico. Mas o bom e velho oeste estão no centro de Santa Rosa.

Arizona Burger Club

O primeiro estabelecimento é o Arizona Burger Club. Todos os nomes dos chamados burgers, têm referência a essa época e local. De pistoleiros fora-da-lei, criminosos, um herói da Guerra Civil, chefe indígena, um vulto histórico americano e até locais dos EUA como Phoenix  e o próprio nome Arizona.

Em especial desta edição é em homenagem a William Frederick Cody, ou simplesmente Buffalo Bill. Ele foi um aventureiro de Iowa, EUA. Matou milhares de búfalos num curto espaço de tempo, ficando por isso com a alcunha de “Buffalo Bill”. 

O hambúrguer em especial tem 600g de carne, seis fatias de queijo – mussarela e cheddar - alface, cebola roxa, picles e nove fatias de bacon. Acompanha molho e batata.

Há outras nove opções de burgers (Arizona, Billy the Kid, Butcher, Ring of Fire, Sitting Bull, Wild Bill, Wild Bunch, Fort Apache e Phoenix), assim como há opções de picadão, anéis de cebola, batata rústica, batata frita, polenta frita, nuggets, coxinha de frango, coxinha de frango ao molho barbecue, iscas aceboladas + fritas. Além de ter cervejas artesanais.

  • O Arizona Burger Club fica localizado na Rua Santo Ângelo, 49.

Saloon Western Bar

Como o próprio nome já diz, saloon é uma espécie de bar típico do Velho Oeste norte-americano. Os saloons serviam clientes típicos daquela época e região, como comerciantes de pele, cowboys, soldados, garimpeiros, mineiros e jogadores. 

Já o Saloon Western Bar, além de ter duas mesas de bilhar – sinuca, suas especialidades são os lanches, petiscos, drinks e cervejas.

Uma das especialidades é a tábua de picados, composta por anéis de cebola, polenta frita, batata frita, iscas de gado, iscas de frango, calabresa, peixe, presunto, queijo, azeitona, ovos de codorna e pepino. Acompanha molho.

  • O Saloon Western Bar está localizado na Avenida Santa Cruz. 

Cinco Curiosidades do Velho Oeste:

  1. O uísque vendido nos saloons era uma mistura que combinava açúcar queimado, álcool e tabaco, tendo um gosto extremamente forte.
  2. Um dos primeiros Estados dos EUA que vem à cabeça quando falamos de Velho Oeste, é o Texas. As Comidas Texanas são basicamente: tacos, com ovo, batata, queijo, feijão, cebola; de salada: cebola, tomate, milho e feijão branco; o tradicional churrasco texano; para sobremesa: uma torta de nozes pecã.
  3.  O Velho Oeste ficou conhecido também pelas brigas. O revólver de seis tiros era a arma preferida de pistoleiros como Wild Bill Hickock e por isso se tornou um dos símbolos do Velho Oeste.
  4. O oeste americano teve um pico de violência quando os colonos passaram a forçar os nativos americanos a saírem de suas terras. Isso levou a um colapso na lei e na ordem, dando origem à uma luta diária pela sobrevivência que fez do oeste um lugar perigoso para se viver.
  5. De acordo com uma superstição do Velho Oeste, as ferraduras afugentavam os maus espíritos quando eram pregadas sobre uma porta ou sobre um mastro de vela em um navio.

Sete cidades do Velho Oeste para conhecer: Albuquerque e região – Novo México | Chicago – Illinois | Clinton - Oklahoma | Flagstaff – Arizona | Saint Louis – Missouri | San Diego – Califórnia | Calico – Nevada.

PIZZA

PIZZA

Já estamos no outono há mais de um mês. Muitos já estavam esperando o frio, mas a temperatura veio e ficou apenas algumas horas ou no máximo três dias. O jeito é esperar para as próximas semanas.  Com o frio a fome fica maior e claro a alimentação fica mais calórica. As massas são as principais formas de energia dessa época. E entre as massas, estão as pizzas.

Pizza é uma invenção milenar, com massa fina um recheio por cima. Há quem diga que foi no Egito, ou na Grécia, mas ela ficou famosa principalmente na Itália. No Brasil ela chegou com os imigrantes aproximadamente em 1880.

Conforme os anos se passaram, os brasileiros criaram diversos sabores, várias formas – redonda, quadrada ou em cone e com muitas bordas – catupiry, cheddar, bacon, chocolates ou doce de leite. Sendo elas em formato tradicional, chamados vulcão e pãozinho.

As pizzarias vêm tomando conta da maioria dos lugares, e em Santa Rosa não é diferente. Durante toda a semana se algum estabelecimento está aberto, ele tem movimento, independente do formato – à la carte, rodízio ou tele-entrega. Nos finais de semana elas estão praticamente lotadas.

Aqui em Santa Rosa há vários estabelecimentos, como o Don Formagio, Fornalha (Rua Rodolfo Schadeck, 54), Forneria (Avenida Expedicionário Weber, 657), Gioia (Rua Minas Gerais, 96), Kabana’s (Avenida Flores da Cunha, 392), Mordomia (Avenida Santa Cruz, 989), Pizza Crush (apenas tele-entrega ou buscar no local – Rua Dom Pedro I, 224) e o Recanto Primavera (Avenida Santa Cruz, 160).

O mais novo estabelecimento, - inaugurado no dia 05 de abril - que vem com um novo conceito de pizza gourmet, ou seja, artesanal e que claro, está dando o que falar, é a Tia Nastácia – Cozinha Gourmet, localizada na Av Inhacorá, 199.   A cozinha gourmet está associada a uma ideia de “alta cozinha”, ou seja, feita de forma criteriosa, com uma qualidade artisticamente apresentada. Uma obra de arte resumidamente, e com as experiências gastronômicas mais elaboradas.